Revista Interlegis leva Câmara de Itanhandu ao Programa, em Brasília

por Valeria Castanho publicado 17/03/2016 11h30, última modificação 17/03/2016 17h17
vereadores querem parceria com o Interlegis para melhorar trabalho da casa e atendimento à população

A revista “Interlegis 18 anos, história, conquista e desafios”, publicada em 2015, foi a porta de entrada da Câmara de Itanhandu (MG) ao  Programa Interlegis. Nesta quinta-feira (17), os vereadores Sandro Coelho e Paulo Henrique Monteiro vieram a Brasília para conhecer de perto o trabalho realizado pelo Programa e requisitar os produtos Interlegis para aquela casa mineira.

“Nós recebemos uma revista na Câmara falando sobre o Interlegis e seu trabalho. É um projeto brilhante que vem somar com as câmaras municipais, dando suporte para que a gente possa trabalhar ainda melhor atendendo a comunidade”, afirmou Paulo Henrique. O vereador destacou ainda a parceria do Programa para ajudar na transparência das casas legislativas. “É isso que a população mais pede aos políticos, principalmente através da Lei da Informação e da Transparência. Vai ser muito importante esse apoio do Interlegis”.

Já o vereador Sandro Coelho ressaltou que ainda nesta quinta teria um encontro com o senador Antonio Anastasia para solicitar oficialmente a realização de uma Oficina Interlegis na Câmara de Itanhandu. O objetivo do evento, segundo ele, é implantar o Portal Modelo e capacitar os servidores para uso desse e de outros produtos do Programa. “ Vamos incorporar (os produtos Interlegis) ao que a gente já tem e somar a qualidade de transparência ao trabalho realizado pelos nossos vereadores”, explicou o Sandro.

Segundo o servidor Rodrigo Luz, da Coordenação de Planejamento e Fomento (Coplaf), do Interlegis, a ideia é começar pela implantação do Portal Modelo, do Sistema de Apoio ao Processo Legislativo (SAPL) e do Domínio.leg e, posteriormente, realizar outra  oficina de Produção de Conteúdos para portais legislativos e de Atualização de marcos jurídicos. “Essa parceria sempre traz lucro para todas as partes envolvidas: câmaras, Interlegis e sociedade, principalmente”, ressaltou.

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.