CONGRESSO - Lida em Plenário, LDO tem primeira audiência pública dia 26

por laborges — publicado 19/04/2011 08h24, última modificação 19/04/2011 08h26


LDO de 2012 começa a tramitar. Congresso só pode entrar em recesso em julho depois de sua aprovação. Veja o caledário da tramitação em matéria da Agência Senado:

Foi lida no Plenário do Senado nesta segunda-feira (18) a proposta de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2012, que segue agora para a Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO). O relator, deputado federal Márcio Reinaldo Moreira (PP-MG), informou que as discussões da LDO têm início no dia 26 de abril, com a audiência pública que ouvirá a ministra do Planejamento, Miriam Belchior.

Na pauta da reunião está ainda o Decreto 7.418/10, editado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que estipula 30 de abril de 2011 como prazo de validade dos "restos a pagar" dos exercícios financeiros de 2007, 2008 e 2009. Os chamados "restos a pagar" se referem a compromissos atrasados, não efetuados pelo governo, que costumam ser incluídos nos Orçamentos dos anos seguintes. A audiência está marcada para 15h, no plenário 2 da Câmara dos Deputados.

Também foi divulgado nesta segunda-feira o cronograma de tramitação da LDO (Projeto de Lei do Congresso Nacional nº 02, de 2011) na Comissão Mista do Orçamento. O calendário é calculado a partir da Resolução nº 01, de 2006, do Congresso Nacional.

A matéria será publicada em suplemento do Diário Oficial do Senado Federal desta terça-feira (19). O Congresso Nacional só pode entrar em recesso em julho após a aprovação da Lei de Diretrizes Orçamentárias.  

Calendário  

23 de abril - Publicação e distribuição em avulsos da LDO;

30 de abril - Prazo para realização de audiências públicas;

10 de maio - Apresentação, publicação e distribuição do Relatório Preliminar;

13 de maio - Apresentação de emendas ao Relatório Preliminar;

19 de maio - Votação do Relatório Preliminar e suas emendas;

29 de maio - Apresentação de emendas;

3 de junho - Publicação e distribuição de avulsos das emendas;

3 de julho - Apresentação, publicação, distribuição e votação do relatório;

8 de julho - Encaminhamento do parecer da CMO à Mesa do Congresso Nacional;

Paola Lima / Agência Senado
Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.