Senado participa da Iª Bienal do Livro de Curitiba

por Agência Senado — publicado 28/08/2009 15h33, última modificação 28/08/2009 15h40
O Senado está com um stand na 1ª Bienal do Livro de Curitiba/PR que acontece de 27 de agosto a 4 de setembro


Nove dias dedicados à educação, à cultura e à sustentabilidade. Essa é a proposta dos organizadores da 1ª Bienal do Livro de Curitiba, que acontece de 27 de agosto a 4 de setembro, no Expo Unimed Curitiba, na Universidade Positivo.

O estande do Senado promoverá, ainda, várias atrações para a bienal. A principal delas é o pré-lançamento da obra "Memórias d'O Tico-Tico", do Conselho Editorial. A pesquisa e o texto são de Athos Eichler Cardoso, autor de outra obra incluída no catálogo de publicações do Senado: "As Aventuras de Nhô-Quim & Zé Caipora".

Estará disponível igualmente para o leitor paranaense o livro de Vanderlei Rebelo "Ney Braga - Política e modernidade". A obra foi lançada pelo Conselho Editorial a partir de sugestão do senador Alvaro Dias (PSDB-PR), autor do prefácio da publicação. O senador destaca que sua condição de adversário político de Ney Braga lhe assegura a necessária isenção para reconhecer que o Paraná moderno nasceu a partir de 1960, tendo como ponto de partida aquele governante.

No próximo sábado, dia 29, às 17 horas, haverá a entrega de publicações em braile para entidades que prestam apoio aos portadores de deficiência visual do Paraná. Receberão os livros a Associação dos Deficientes Visuais do Paraná (Adevipar), a Associação de Pais e Amigos do Deficiente Visual (Apadevi) e o Instituto Paranaense de Cegos. Serão doados a Constituição Estadual do Paraná, a Lei da Acessibilidade da Pessoa Deficiente e o Novo Código Civil.

Outra atração do estande é a exposição de documentos históricos que fazem parte do Arquivo do Senado Federal. Serão exibidas, por exemplo, a Lei Áurea, a carta de renúncia assinada por Jânio Quadros e o diploma e o termo de posses assinados pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Também integram a mostra a proposição e o parecer da Comissão de Constituição e Diplomacia a respeito de acordo firmado entre o Paraná e Santa Catarina, em 1916, definido os limites entre os dois estados.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.