Plano orienta inclusão dos direitos humanos no sistema de ensino

por monicaco — publicado 14/03/2007 15h55, última modificação 14/03/2007 15h56
O Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos será lançado nesta quinta-feira (15) na sede do Programa Interlegis. Será transmitido por videoconferência para todas as assembléias legislativas e por videostreaming através do portal do programa. Quem desejar assistir, basta clicar no link dentro da matéria

Assista aqui por videostreaming


O Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos (PNEDH), que será lançado na próxima quinta-feira (14), orienta o sistema educacional do país, público e privado, a incluir o tema dos direitos humanos em todos os níveis da educação, do ensino fundamental à pós-graduação. O Plano prevê, ainda, ações em direitos humanos na educação não-formal, a abordagem do tema na educação dos profissionais de justiça e segurança, assim como nos meios de comunicação. O objetivo é promover a educação como instrumento de transformação cultural voltado à afirmação dos direitos humanos.

“A educação é uma ferramenta essencial à construção de uma sociedade mais fraterna, justa e livre de preconceitos. Uma sociedade que respeite a vida na sua diversidade”, aponta Rogério Sottili, secretário adjunto dos Direitos Humanos da Presidência da República. Sottili participará da videoconferência que lançará o PNEDH, simultaneamente, em todo o país por meio do sistema Interlegis. O evento, que acontece das 9h às 12h, contará com palestras sobre os cinco eixos do plano: educação básica, educação superior, educação não-formal, educação dos profissionais de justiça e segurança, e educação e mídia. Participam representantes do Ministério da Educação (MEC), do Ministério da Justiça (MJ), dos legislativos federal e estaduais, do Comitê Nacional de Educação em Direitos Humanos e da sociedade civil.

Os interessados poderão acompanhar o lançamento nas assembléias legislativas dos estados ou pela internet, no portal do Programa Interlegis (www.interlegis.gov.br). Desenvolvido pelo Senado Federal, o Interlegis utiliza as novas tecnologias de informação para integrar o Poder Legislativo nos seus níveis federal, estadual e municipal.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.