Portal Modelo aprovado também nas Assembléias Legislativas

por guilhermeguedes — publicado 26/10/2006 13h39, última modificação 26/10/2006 14h21
Depois de ser considerada uma excelente ferramenta nas Câmaras, o Portal Modelo passa a ser utilizado por Assembléias Legislativas

O projeto Portal Modelo tem levado resultados positivos não só às Câmaras, mas também às Assembléias Legislativas. Integrante do Projeto Piloto de Modernização, que visa testar a eficácia dos produtos de tecnologia, educação, informática e comunicação desenvolvidos pelo Interlegis, O Portal Modelo tem como objetivo oferecer às Casas Legislativas uma ferramenta especialmente criada para o poder legislativo e personalizável que permita a publicação de conteúdos diversos na Internet, dando transparência ao processo legislativo e melhorando significativamente a interação com a sociedade.

A Assembléia Legislativa do Estado do Acre foi a primeira Assembléia a utilizar o Portal Modelo (clique aqui para acessar o Portal da AL). Francisco Alberto, multiplicador do projeto PPM, afirma que a chegada do Portal Modelo foi muito bem avaliada pela comunidade acreana, especialmente por seu conteúdo, seu aspecto visual e suas funcionalidades. Segundo o Representante, a área mais acessada do Portal da AL é a de "Legislação", onde, graças à integração com o SAPL - Sistema de Apoio ao Processo Legislativo, está disponível uma enorme quantidade de leis, de âmbito regional ou federal, para consulta pelos usuários.

A utilização do Portal Modelo permite que qualquer pessoa, em qualquer lugar com acesso à Internet, possa publicar notícias, documentos, imagens e eventos da Casa, mesmo sem conhecimento das linguagens e técnicas da rede. Por isso, além de melhorar o diálogo entre as Casas Legislativas e a sociedade, o Portal Modelo facilita o trabalho interno da Casa. "Antes, dependíamos de terceiros para atualizar as informações no Portal; com o Portal Modelo, temos o nosso próprio pessoal responsável, o que tornou muito mais dinâmica a divulgação de informações", afirma Francisco.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.