Metas para o Programa Interlegis II são discutidas em reunião com o BID

por monicaco — publicado 24/08/2006 18h09, última modificação 25/08/2006 16h08
Representantes do Banco Interamericano de Desenvolvimento reunidos com a diretoria na sede do Programa Interlegis definiram os rumos a serem seguidos na segunda fase que começa no ano que vem


Representantes do Banco Interamericano de Desenvolvimento estiveram reunidos nas últimas duas semanas com a diretoria do Programa Interlegis com vista a definir os caminhos e as metas que serão desenvolvidas a partir do ano que vem com o Interlegis II e uma avaliação do Interlegis I.

Na oportunidade, o diretor do BID para o Interlegis, Jose Navia concedeu entrevista ao portal, quando destacou o sucesso alcançado pelo Interlegis I e a expectativa para a fase II.Sobre isto também foi entrevistado o diretor do Programa, Marcio Sampaio Leão Marques.

José Navia destacou o êxito alcançado na parceria Senado e BID, salientando que por ser uma experiência pioneira, despertou o interesse de vários países, principalmente da América Latina. Segundo ele, vários já visitaram a sede, em Brasília, somente faltando o Chile que o fará brevemente. “Os representantes dos países visitantes ficaram entusiasmados com esta experiência internacional pioneira por parte do Senado e do Brasil, disse Navia. 

Sobre a expectativa do BID com relação ao Interlegis II, Navia destacou as metas audaciosas, como a melhoria da qualidade de gestão das casas legislativas que ingressaram na primeira etapa, “ou seja, a qualidade dos produtos a serem desenvolvidos, a serem aplicados na segunda etapa serão de maior valor do que a primeira". Outro grande salto na visão de José Navia, é a integração da comunidade internacional através dos parlamentos, inicialmente de língua isófona (idiomas que tem a mesma raiz) e também do Mercosul.

Fazendo uma avaliação do Interlegis I, o diretor do BID salientou o trabalho junto aos municípios mais distantes e,como afirmou " graças ao Interlegis podem fiscalizar o executivo local, revisar orçamento, consultar a Lei de Responsabilidade Fiscal”, concluiu.

Por sua vez o diretor do Programa Interlegis, Márcio Sampaio Leão Marques, informou que o programa Interlegis II tem várias ações a serem seguidas: a consolidação da comunidade virtual com ações mais objetivas  com intuito de desenvolver novas ferramentas ao apoio dessa comunidade; a modernização das casas legislativas com a implantação de maneira integrada dos produtos desenvolvidos pelo Interlegis,”com objetivo de aumentar a eficiência da casa legislativa nos diversos setores: comunicação, informação, capacitação e tecnologia.”, concluiu.

 

 

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.