Senador Randolfe Rodrigues destaca trabalho de capacitação feito pelo Interlegis no Amapá

por Letícia Almeida Borges publicado 14/11/2017 16h26, última modificação 14/11/2017 16h26
Durante uma semana, 14 das 16 Câmaras do Estado participaram de Oficinas

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) destacou nesta terça-feira (14), em Plenário, o trabalho desenvolvido pelo Interlegis, programa capitaneado pelo Senado para capacitar e modernizar câmaras municipais e assembleias legislativas. Ele destacou a dificuldade de acesso à internet e às comunicações em geral no Estado, mas disse que isso não foi obstáculo para os técnicos que foram dar o treinamento para os servidores de 14 das 16 Câmaras amapaenses, além da Assembleia Legislativa. E se disse honrado por ter entregue a eles os certificados de participação.

Entre os dias 6 e 10 deste mês, o Interlegis ofereceu em Macapá (AP) oficinas aos servidores das câmaras municipais do estado. Eles foram capacitados a utilizar ferramentas tecnológicas desenvolvidas por técnicos do Programa Interlegis e que são disponibilizadas gratuitamente para as casas legislativas – o Portal Modelo para internet e o Sistema de Apoio ao Processo Legislativo (SAPL).

Na sexta-feira, dia 10, foram realizadas palestras dedicadas a temas de interesse ao exercício do mandato parlamentar, como o trabalho de modernização conduzido pelo ILB/Interlegis, transparência no Legislativo e Pesquisa e Opinião Pública.

Randolfe agradeceu o apoio da Mesa do Senado; do presidente da Casa, Eunício Oliveira; e dos servidores do Senado que participaram do Encontro das atividades do Interlegis em Macapá, citando nominalmente cada um deles e ressaltando “o vigor e a dedicação do trabalho”.

— Há 20 anos o programa Interlegis tem apoiado câmaras municipais e, não tenho dúvidas, que é o maior programa legislativo de modernização e capacitação das casas legislativas não só do Brasil, mas também da América Latina.

O senador lembrou também que os produtos e serviços do Interlegis são totalmente gratuitos e que esta atuação mostra a “profunda atenção” que o Senado dá ao trabalho de apoio e integração do Legislativo. Randolfe também destacou a “tecnologia invejável” dos produtos disponibilizados pelo Interlegis.

Por fim, o senador também agradeceu ao empenho da direção da Assembleia Legislativa, das Câmaras – na figura do vereador Acácio Favacho, presidente da Câmara Municipal de Macapá, que se empenhou para levar as ações do Interlegis para o Estado –, da Escola do Legislativo e do SEBRAE, que cedeu suas instalações para os treinamentos.

Com esta ação, o objetivo é mudar o quadro da presença na internet do Legislativo Municipal amapaense. Segundo levantamento feito no início deste ano pelo Interlegis, das 16 Câmaras, 11 – ou quase 70% - não possuíam site próprio. Com a adoção do Portal Modelo, esta situação deve se alterar, inclusive porque o Programa também oferece apoio técnico, mesmo à distância.

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.