INTEGRAÇÃO - Diretora-Geral do Senado lança projeto Bibliolegis no encontro nacional de dirigentes legislativos

por Luiz Carlos Santana de Freitas publicado 09/12/2011 11h58, última modificação 09/12/2011 17h05
Doris Peixoto aproveitou a abertura do 4º Encontro de Diretores-Gerais de Casas Legislativas, que acontece em Brasília, neste dia 9 de dezembro, para anunciar a criação do Projeto Bibliolegis, uma iniciativa que pretende integrar, num primeiro momento, as bibliotecas do Senado e Câmara dos Deputados às das assembleias estaduais.
INTEGRAÇÃO - Diretora-Geral do Senado lança projeto Bibliolegis no encontro nacional de dirigentes legislativos

Heraldo Marinelli, da Assembleia do Maranhão, assina adesão ao Projeto Bibliolegis, ao lado de Doris Peixoto - 09/12/2011

Doris Peixoto aproveitou a abertura do 4º Encontro de Diretores-Gerais de Casas Legislativas, que acontece em Brasília, neste dia 9 de dezembro, para anunciar a criação do Projeto Bibliolegis, uma iniciativa que pretende integrar, num primeiro momento, as bibliotecas do Senado e Câmara dos Deputados às das assembleias estaduais. Posteriormente, o mesmo será feito em relação às câmaras municipais.

A diretora-geral do Senado comemorou o acerto da iniciativa, ressaltando a importância de alinhar, cada vez mais, a gestão das casas legislativas brasileiras nesta era da informação. A diretora da Biblioteca do Senado, Simone Bastos Vieira explicou aos dirigentes que o apoio das casas é fundamental para o sucesso da iniciativa.

Segundo um dos seus  idealizadores, Francisco Etelvino Biondo, diretor de Atendimento e Formação da Comunidade Legislativa, o objetivo é facilitar aos diversos atores do Poder Legislativo - parlamentares e servidores -, além do próprio cidadão, o acesso aos ricos acervos das bibliotecas das assembleias e câmaras de vereadores do país, integradas à Rede Virtual de Bibliotecas, que inclui as do Senado, da Câmara dos Deputados e do Tribunal de Contas da União.

O diretor do Interlegis, Haroldo Tajra, confirmou que o órgão abraçou imediatamente a causa, por entender que o Bibliolegis se encaixa perfeitamente às ações de informação, um dos pilares do Projeto de Modernização Legislativa (PML).

4º Encontro Nacional de Diretores-Gerais de Casas Legislativas

Dirigentes de assembleias e câmaras de capitais de todas as regiões brasileiras participaram da reunião na sede do Interlegis, em Brasília, neste dia 9 de dezembro.

Na pauta, a definição do estatuto e do regimento interno do Fórum Nacional dos Diretores-Gerais de Casas Legislativas (FORDG), que funcionará como um espaço de discussão e de compartilhamento de experiências.

Para fazer parte, as casas Legislativas, nos níveis federal, estadual e municipal devem solicitar filiação. O Interlegis, excepcionalmente, integra a entidade, para cumprir as funções de Secretaria Executiva.

A primeira DIRETORIA DO FORDG ficou assim composta:

  • Heraldo Marinelli – Presidente (Diretor-Geral da Assembleia do Maranhão);
  • Doris Marize Romariz Peixoto – 1ª Vice Presidente (Diretora-Geral do Senado Federal);
  • Rogério Ventura Teixeira – 2º Vice Presidente (Diretor-Geral da Câmara dos Deputados);
  • Eduardo Vieira Moreira – Secretário-Geral (Diretor-Geral da Assembleia Legislativa de Minas Gerais);
  • Wander Araújo Motta – Tesoureiro (Diretor-Geral da Assembleia Legislativa do Amazonas);
  • Carlos Alberto de Lima Souza – Coordenador da Região Sul (Diretor-Geral da Assembleia Legislativa de Santa Catarina);
  • Milton Rodrigues Campos – Coordenador da Região Centro-Oeste (Diretor-Geral da Assembleia Legislativa de Goiás);
  • Celso Pinhata Junior – Coordenador da Região Sudeste (Secretário-Geral de Administração da Assembleia Legislativa de São Paulo);
  • Hudson Lima Xavier – Coordenador da Região Nordeste (Diretor-Geral da Câmara Municipal de Teresina)
  • Carlos Augusto Costa – Coordenador da Região Norte (Diretor Executivo da Câmara Municipal de Rio Branco).

Também foram eleitos os membros do CONSELHO FISCAL: Fabiano Geremia, Membro do Conselho Gestor da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul; Jaime Pessoa de Paiva Neto, Secretário de Coordenação Geral da Câmara Municipal de Recife e Raimundo Batista, SENDO Secretário-Geral Administrativo da Câmara Municipal de São Paulo. Suplentes: Marcelo Cabral e Silva, Superintendente-Geral da Assembléia Legislativa de Pernambuco, Eraldo Cavicchini Matos, Diretor-Geral da Câmara Municipal de Vitória e Pedro Jorge Costa Ferreira da Silva, Diretor-Geral da Câmara Municipal de Natal.

.

Foi assinada a Carta de Brasília, um documento que registra as principais decisões e compromissoas assumidos por todos no sentido de buscar a integração e a modernização do Poder Legislativo brasileiro como um todo.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.