CIDADANIA 2 - Câmara Municipal de Cuiabá aprova lei da Ficha Limpa

por laborges — publicado 21/11/2011 19h18, última modificação 21/11/2011 19h18

Votação foi no dia 10 de novembro. Veja mais informações na matéria publicada pela assessoria de comunicação no portal da Câmara:


Por unanimidade, a Câmara de Cuiabá aprovou o projeto de lei que aplica as exigências Lei da Ficha Limpa para os postulantes a cargos de secretário no Executivo Municipal. A proposta é do vereador Antônio Fernandes (PSDB), que destacou que aprovação da matéria é continuidade de uma conquista imposta pela sociedade à classe política.

“Agradeço a sensibilidade dos colegas parlamentares lembrando que essa é uma resposta dessa Casa aos pleitos dos cidadãos. A Lei da Ficha Limpa foi uma proposta da sociedade. Não estamos fazendo nada mais do que dar sequência a esse processo. Pode até ser apenas um grão de areia no deserto, mas é o começo de um processo que vai ajudar a acabar com a corrupção em nosso País”, pontuou Antônio Fernandes. 

A lei foi aprovada por 16 votos e três ausências e agora segue para sanção do prefeito municipal. Durante a discussão no plenário, vários vereadores justificaram os votos favoráveis. 

O líder do prefeito, vereador Everton Pop (PSD) avalizou a iniciativa de Fernandes lembrando que sempre se posicionou favorável por entender que é um avanço no trato da coisa pública. “Fui a favor desde o início e agora confirmo minha posição. Só pondero que a melhor maneira de se fazer esse controle público está nas mãos dos eleitores conscientes”, afirmou. 

Os vereadores Edivá Alves (PSD) e Clovito Hugueney (PTB) também parabenizaram a proposta citando que a mesma cobrança que é feita sob os políticos precisa ser aplicada aos secretários, que gerenciam recursos públicos. 

O petebista aproveitou para cobrar a inclusão na pauto de votações de projeto de lei de sua autoria que obriga a realização de sabatina para qualquer indicação no primeiro escalão da Prefeitura de Cuiabá.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.