CAPACITAÇÃO - Diretor nacional do Interlegis anuncia grande programa para qualificação dos novos vereadores

por Luiz Carlos Santana de Freitas publicado 20/10/2011 16h41, última modificação 25/10/2011 17h20
1º Secretário do Senado, Cícero Lucena, diretor nacional do Programa Interlegis, anunciou em Aracaju ambicioso projeto de capacitação, preparação e qualificação dos vereadores a serem eleitos em 2012.

O Primeiro Secretário do Senado, senador Cícero Lucena, que é também o diretor nacional do Programa Interlegis, anunciou na manhã de quinta-feira, 20, em Aracaju, um ambicioso projeto de capacitação, preparação e qualificação dos futuros vereadores de todo o Brasil, a serem eleitos em 2012. Lucena participou do primeiro dia de trabalho do Encontro Nacional de Representantes Interlegis e do 18º Encontro da Associação Brasileira das Escolas do Legislativo e de Contas (ABEL) e anunciou: "vim aqui propor um desafio; serão escolhidos mais de 59 mil vereadores que representarão, pelos quatro anos seguintes, os interesses mais básicos do cidadão brasileiro e representam um elemnto chave num país de dimensões continentais como o Brasil".

Prosseguiu o secretário: "Acreditamos que já estamos em condições de executar, pela primeira vez na hirstória deste país, uma ação unificada de integração e treinamento básico aos vereadores eleitos em outubro de 2012". Esta atividade recebeu o nome de Programa de Integração dos Vereadores e será promovida pelo Senado, por intermédio do Interlegis e do Instituto Legislativo Brasileiro em parceria com a Câmara dos Deputados, o Tribunal de Contas da União e o Tribunal Superior Eleitoral.

As Escolas do Legislativo de todo o Brasil - já existem em funcionamento 82, em todas as capitais e algumas cidades do interior - vão representar papel fundamental neste processo, "como parceiras em nível regional para garantir maior capilaridade ao projeto, facilitando o trabalho e multiplicando a capacidade de atingir os resultados pretendidos", acrescentou Lucena. Para tanto, foi assinado um protocolo de inteções entre o Senado e a ABEL, nas pessoas do próprio Cícero Lucena e do presidente da ABEL, Florian Madruga.

Lucena disse ainda que o Interlegis, por promover a integração e modernização do Poder Legislativo brasileiro, será o articulador central dos esforços conjuntos de planejamento e execução dessa proposta, "cumprindo o papel que lhe cabe por obrigação decorrente do contrato de empréstimo assinado entre a União e o Banco Interamericano de Desenvolvimento".

Além deste anúncio, os participantes do encontro também ouviram palestras sobre planejamento estratégico direcionado ás escolas do Legislativo, feitas pelo auditor do Tribunal de Contas do Estado do Piauí, Delano Câmara, e pelo diretor de Planejamento da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, Alaôr Marques (mais detalhes no www.portalabel.org.br).).

Para o presidente da ABEL e diretor da gráfica do Senado, Florian Madruga, a assinatura do protocolo de intenções com o Interlegis para o programa voltado aos vereadores, criará "um novo paradigma para o Poder Legislativo". As ações ainda serão detalhadas, mas, segundo Cícero Lucena, devem ocorrer entre a diplomação e a posse dos vereadores, em 2013, e contará com o apoio de outras instituições acadêmicas. Para que o projeto tenha êxito, ele pediu o engajamento de todas as escolas do Legislativo do país e dos seus representantes presentes ao encontro de Aracaju, que terminou no sábado.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.