SENSIBILIZAÇÃO - Interlegis divulga ações em premiação no Espírito Santo

por laborges — publicado 18/07/2011 16h59, última modificação 25/07/2011 09h08

Diretores do Interlegis, por videoconferência, participaram do evento. Veja na matéria da agência de notícias da Assembleia, Web Ales:

Os deputados Roberto Carlos (PT) e Glauber Coelho (PR), 1º e 2º secretários da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales), abriram o concorrido evento que elucidou a dezenas de vereadores e presidentes de Câmaras dos municípios capixabas, o trabalho do Programa Interlegis, do Senado Federal e os principais pontos dos Prêmios Cidade Cidadã, promovido pela Casa dos Municípios da Ales e do Inoves, de autoria do Governo do Estado, pela Secretaria de Gestão e Recurso Humanos.

A intenção do evento foi, principalmente, alertar os legisladores municipais sobre a importância na participação dos municípios nos prêmios e no Programa Interlegis, que podem gerar resultados positivos para a sociedade.

O deputado Roberto Carlos disse que o momento do evento foi o mais propício possível, uma vez que o Espírito Santo e suas instituições estão passando por um período de reconstrução e desenvolvimento, incluindo o parlamento estadual.
“A nossa gestão tem o objetivo de transformar a Assembleia num espaço privilegiado de debates de políticas públicas, interagindo com os demais poderes estaduais e municipais, atingido de maneira positiva o cidadão capixaba”, avaliou.


Por videoconferência, com um link direto de Brasília, a direção da Interlegis, representada pelos servidores Francisco Biondo e José Dantas Filho, também participou do evento, apresentando o programa federal que visa promover a inclusão digital e a modernização do legislativo municipal.

“Somos basicamente um transferidor de tecnologias. Nesses 14 anos, criamos vários mecanismos para capacitar agentes públicos, buscando transparência nas atividades parlamentares junto à comunidade, nosso principal público. A parceria com as Assembleias Legislativas tem sido bastante positiva”, avaliou Biondo.

Inoves

O coordenador do Prêmio Inoves, Manoel Carlos Rocha Lima, também falou sobre a importância da participação dos municípios no Inoves, já em seu 7º ciclo. O intuito da experiência, reconhecida em todo o Brasil, é colocar em evidência as ações que funcionam no serviço público e que geram resultados para o cidadão.

O Inoves, em suas duas etapas (concursos), busca gerar motivação, integração e desenvolvimento sustentável nas cidades. “O Inoves estimula a modernização do setor público reconhecendo resultados, alcançados por intermédio de projetos desenvolvidos em equipes e que caracterizem práticas inovadoras de gestão”, explicou Manoel. Entre outros requisitos, podem concorrer projetos com pelos menos seis meses de implantação comprovados. As inscrições, sem ônus, se encerram no dia 24.

Cidade Cidadã

Já o prêmio capitaneado pela Casa dos Municípios da Ales reconhece as melhores políticas públicas em quatro áreas distintas: Cidade Amiga da Natureza, Cidade Amiga da Criança, Cidade Amiga do Idoso e Cidade Amiga do Trabalho.
Todas as ações desenvolvidas pelos municípios podem participar do prêmio, que este ano está em sua terceira edição. Embora ainda não tenha um reconhecimento financeiro, a premiação é de extrema importância para mudar a realidade de diversas pessoas.

O Cidade Cidadã foi criado pelo Lei nº 9.155/2009, de iniciativa do atual presidente da Casa, deputado Rodrigo Chamoun (PSB). “O que a gente quer com a premiação é reconhecer as ações dos municípios, que dá mais qualidade de vida a população desses locais”, disse a coordenadora geral do Cidade Cidadã, Karla Machado. As inscrições se encerram no próximo dia 29.

Daniella Ramos / Web Ales

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.