Diretor da Secretaria Especial do Interlegis faz avaliação dos trabalhos realizados nesse primeiro semestre

por tamara — publicado 16/07/2010 17h14, última modificação 19/07/2010 13h31
O diretor do Programa Interlegis, José Alexandre Girão Mota da Silva, em entrevista ao portal do programa, fala sobre os resultados dos diagnósticos e encontros realizados, e ainda, sobre as expectativas e novidades para os próximos meses

José Alexandre Girão Mota da Silva, concedeu entrevista nesta quarta-feira (14) ao Portal Interlegis, oportunidade em que avaliou os trabalhos realizados no 1º semestre do ano.  Alexandre destacou que uma das principais ações foi em relação aos contatos que a diretoria do Programa fez com outros órgãos do Senado. “Essa aproximação facilitou muito nosso trabalho, como por exemplo, o trâmite dos documentos, das matérias e a realização de eventos. Todos estão sempre muito dispostos a nos atender”, comemorou o diretor. Confira a entrevista.

 

1 – O que aconteceu de mais importante para o Interlegis?

 

Além de uma maior aproximação entre a diretoria do Interlegis e outros órgãos do Senado Federal destaco os 32 diagnósticos realizados por nossa equipe. A previsão é que até o final do ano alcancemos o total de 60 diagnósticos concluídos. Os cursos a distância que oferecemos pelo Sistema Saberes foram um sucesso. Tivemos 7.800 alunos inscritos que estudam a qualquer hora do dia pelo método on-line.

 

2 – E os eventos que o Interlegis realizou?

 

Foram cinco eventos promovidos pelo Interlegis em parceria com as Câmaras Legislativas onde os participantes puderam assistir a uma série de palestras com temas propostos pelas próprias casas legislativas. Estivemos em Teresina/PI, Capelinha/MG, Santa Bárbara do Sul/RS, Quilombo/SC e no final de junho, vereadores da Microregião do Alto-Vale do Itajaí/SC, estiveram na Sede do Programa para mais um Encontro. Com os encontros atingimos 338 câmaras municipais, um número bastante expressivo de casas participantes. Temos previstos mais eventos no decorrer do ano, um no município paranaense de Toledo, e outros três em Minas Gerais: Pouso Alegre, Paracatu e Juiz de Fora.

 

3 – Quais as novidades para o próximo semestre?

 

Há dois dias, assinamos os primeiros convênios entre o Senado Federal e câmaras legislativas, quatro do Rio Grande do Sul e uma de Goiás. A assinatura do convênio simboliza a formalização do acordo entre a casa visitada e o Programa, acontece após realizarmos o diagnóstico e elaborarmos o plano de trabalho, quando sugerimos ações voltadas a melhorar a gestão da câmara. O convênio tem duração de um ano, podendo ser prorrogado. Temos que explicar às câmaras que a implantação das propostas é lenta, demanda tempo, pessoal preparado, temos a equipe reduzida.

Em agosto, acontecerá um treinamento na Sede do Interlegis com técnicos de informática das câmaras que receberão as sensibilizações. O objetivo é mostrar nossos produtos e o que pretende o Projeto de Modernização do Legislativo, PML.

A partir de novembro começaremos a reunir as câmaras municipais já selecionadas nos seguintes estados: Piauí, Rondônia, Ceará e Santa Catarina.

 

4 – Quais cursos à distância serão oferecidos a partir de agosto?

 

Acrescentamos mais nove cursos aos já oferecidos no primeiro semestre. É preciso acompanhar o período de inscrição e fazer um cadastro prévio no endereço http://saberes.interlegis.gov.br. Os novos cursos são: Formação de Coordenadores de Ensino à Distância; Desenvolvimento de Competências Gerenciais; Excelência no Atendimento; Educação Ambiental; Cálculo Trabalhista Básico; Acordo Ortográfico; BROficceCalc; BROficceWriter e Orçamento Público.

Além disso, fizemos parceria com o Instituto Legislativo Brasileiro – ILB, e com o Centro de Formação da Câmara dos Deputados – CEFOR, para ampliarmos o leque de opções dos cursos de capacitação.

 

5 – Gostaria de fazer mais alguma colocação?

 

Em agosto haverá a substituição e a instalação dos novos equipamentos de videoconferência no Interlegis, na Câmara dos Deputados, nas 26 Assembléias Legislativas e na Câmara Distrital. 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.