Software Musibraille

por brendaortiz — publicado 08/07/2009 13h26, última modificação 10/07/2009 17h13
Programa é uma iniciativa que amplia as possibilidades para deficientes visuais terem acesso ao estudo da música e capacita profissionais que desenvolvem ações nessa área

O Software Musibraille - uma iniciativa que amplia as possibilidades para deficientes visuais terem acesso ao estudo da música e capacita profissionais que desenvolvem ações nessa área - será lançado nesta quarta-feira, 8 de julho, às 10h, na Biblioteca Nacional, em Brasília.

Primeiro programa para computador em língua portuguesa que faz a transcrição de partituras para a Linguagem Braille, foi desenvolvido com o apoio da Lei Federal de Incentivo à Cultura e patrocínio da Petrobras. A cerimônia de apresentação e disponibilização para o público contará com a presença do secretário da Identidade e da Diversidade Cultural do Ministério da Cultura, Américo Córdula.

O projeto foi criado pela coordenadora do Curso de Musicografia Braille da Escola de Música de Brasília (EMB), Dolores Tomé, e pelo professor Antônio Borges, do Núcleo de Computação Eletrônica da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Para divulgar o Software Musibraille serão realizadas oficinas de capacitação em cinco capitais brasileiras, sendo uma de cada região geográfica do país. O treinamento começa em Brasília, de 8 a 10 de julho, e segue para Recife, de 4 a 7 de agosto, Belém, de 2 a 5 de setembro, Rio de Janeiro, de 6 a 9 de outubro, e termina em Porto Alegre, de 10 a 13 de novembro.

Durante os encontros, também serão distribuídos o livro em tinta para os professores e o caderno de exercício em Linguagem Braille para o professor aplicar ao aluno deficiente ou vice-versa. O programa ainda será disponibilizado, gratuitamente, por meio da página eletrônica intervox.nce.ufrj.br/musibraille, na qual professores, alunos portadores da deficiência e o público em geral poderão fazer o download.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.