II Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa

por brendaortiz — publicado 17/03/2009 16h59, última modificação 17/03/2009 16h59
A conferência será aberta nesta quarta-feira (18) em Brasília

Começa nesta quarta-feira (18), em Brasília, a 2ª Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa (2ª CNDPI). O encontro contará com a participação de 508 delegados e delegadas eleitos nas etapas estaduais e distrital, bem como de 28 delegados natos, membros do Conselho Nacional dos Direitos do Idoso (CNDI), além de convidados e observadores. Ao todo, serão mais de 800 pessoas de todo o país. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva deverá participar da abertura do evento, às 19 horas, que contará ainda com os ministros Paulo Vannuchi, da Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República (SEDH/PR), Fernando Haddad (Educação), José Gomes Temporão (Saúde), Nilcéia Freire (Secretaria Especial de Políticas para Mulheres), José Pimentel (Previdência Social), Edson Santos, da Secretaria da Promoção de Políticas da Igualdade Racial (Seppir) etc
 
O tema da conferência é “Avaliação da Rede Nacional de Proteção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa: Avanços e Desafios”. O evento é coordenado pela Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República (SEDH/PR), de representantes de entidades da sociedade civil e órgãos públicos que compõem o Conselho Nacional dos Direitos do Idoso (CNDI).
O encontro será realizado no Centro de Convenções do hotel Brasília Alvorada.
 
Temas que estarão em debate:
 
* Envelhecimento da população brasileira – Segundo estudo do IBGE, divulgado em novembro de 2008, a população brasileira passará de 190 milhões em 2008 para 220 milhões de habitantes em 2039/2040, e então começará a diminuir.
 
* Abrigos – Cerca de 1% da população de pessoas idosas no Brasil vive em abrigos públicos, privados e/ou sem fins lucrativos. Essas instituições freqüentemente apresentam , entre outros problemas, más condições sanitárias e de violência contra a pessoa idosa.
 
* Enfrentamento da Violência – Os maus-tratos contra a pessoa idosa são os problemas mais graves enfrentados por este segmento da população. Estima-se que 80% deste tipo de violência se dá dentro de casa, no âmbito familiar.
 
* Alexandre Kalache – O gerontologista carioca vai proferir a palestra de abertura da Conferência. Chefe do Programa de Envelhecimento e Saúde da Organização Mundial de Saúde (OMS) desde 1995, Alexandre é doutor em Saúde Pública pela Universidade de Oxford e trabalha há quase 30 anos na Europa com questões relacionadas às pessoas idosas.
 
* Pacto pelo Envelhecimento Saudável – Resultado da articulação realizada pela Secretaria Especial dos Direitos Humanos junto a 10 ministérios, o decreto será assinado pelo presidente Lula na abertura da Conferência Nacional da Pessoa Idosa, e se constitui em três eixos: Emancipação e protagonismo, Garantia de direitos e Informação e formação.
 
* Transporte Público – Nas grandes cidades, um dos problemas mais sérios enfrentados pelos idosos é o péssimo atendimento dispensado pelos motoristas de ônibus.  É comum de pessoas idosas a queixa em relação ao tratamento que recebem ao utilizar o transporte público nas nossas cidades.
 
* Baile – Durante a Conferência, no dia 19 de março, será promovido um baile para os participantes e convidados, eles serão 40% dos conferencistas. No repertório dedicado aos que têm mais de 60, Glenn Miller, Banny Goodman, Severino Araújo e Orquestra Tabajara, Charles Aznavour, Ray Connif e muito mais.
 
2ª Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa
Data: 18 a 20 de março de 2009
Local: SHTN Trecho 1, Conj 1B, Bloco C
Horário da abertura: às 19 horas do dia 18

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.