Processo eleitoral dos Estados Unidos é tema de palestra no Interlegis

por Equipe Interlegis — publicado 30/10/2008 17h42, última modificação 30/10/2008 17h46
Como se processa a eleição nos Estados Unidos e um pouco sobre os candidatos foram assuntos da palestra nesta quinta-feira (30) na sede do Programa Interlegis

A eleição norte-americana foi tema de palestra, nesta quinta-feira (30), no Programa Interlegis. A palestra “Eleições 2008: O Processo Eleitoral dos EUA em Perspectiva”, promovida em parceria com a Embaixada dos Estados Unidos, foi apresentada pelo Primeiro Secretário na Seção Política da representação americana, Dale Prince e seu asssessor Randy Johnson.

Dale Prince fez um panorama do sistema eleitoral  e seus candidatos. Explicando desde o longo processo de campanha até a importância do vice de cada candidato a presidente. “O vice é um companheiro de corrida. Ele deve completar e fazer um contrapeso com o candidato”, afirmou.

Randy Johnson por sua vez, discorreu sobre a biografia dos candidatos. John McCain é senador pelo estado do Arizona de 1986; Barack Obama formado em Direito pela Universidade de Harvard.

Sobre a escolha do vice-presidente , Randy disse que é uma escolha livre do candidato, 'não há regras, mas geralmente são políticos mais velhos, com mais experiência", disse. Depois a escolha é referendada pelo partido. Aproveitou para apresentar um pouco sobre a Sarah Pain, candidata a vice na chapa de John McCain e Joe Biden , de Obama.

Voltando à questao eleitoral, Dale Prince salientou que o sistema utilizado nos EUA surgiu nos primórdios do país independente como uma solução conciliatória e como forma de fortalecer a idéia de federalismo.

O eleitor quando vai às urnas ele escolhe um representante do Colégio Eleitoral de seu estado, que segundo Dale, sao pessoas desconhecidas , "na cédula de votação há somente o nome dos candidatos, por isso o eleitor nunca sabe quem é o seu representante no colégio eleitoral, concluiu.

Segundo Dale, nestas eleições, mais de 100 milhões de eleitores votarão no dia 4 de novembro. E 538 homens e mulheres, membros do Colégio Eleitoral, elegerão o próximo presidente dos Estados Unidos, numa eleição que será realizada em 50 capitais de estado e em Washington DC, 41 dias após o pleito.

O voto dos representantes será contado pelo Congresso americano que proclamará o vencedor, que toma posse no dia 20 de janeiro de 2009.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.