Consultoria da Câmara discute "Aspectos Técnicos Sobre a Inquirição de Crianças em Processo Judiciais"

por monicaco — publicado 20/06/2008 15h47, última modificação 20/06/2008 15h51
A Consultoria Legislativa da Câmara dos Deputados e o Conselho Regional de Psicologia - 1ª Região vão debater "Aspectos Técnicos Sobre a Inquirição de Crianças em Processo Judiciais", no auditório do Interlegis.Para assistir por videostreaming, clique no link logo acima da programação

Assista aqui por videostreaming


A Consultoria Legislativa da Câmara dos Deputados e o Conselho Regional de Psicologia da 1ª Região convidam a todos os interessados para participar do evento “INQUIRIÇÃO JUDICIAL DA CRIANÇA VITIMIZADA”, a ser realizado no dia 23 de junho de 2008, das 9:30 às 11:30 horas. Na ocasião, serão discutidas – em videoconferência, com participação pela Internet - as bases do “Depoimento sem Dano”, que tramita no Senado sob a forma do PLC nº 35, de 2007 (PL nº 4.126, de 2004).

O evento será realizado no auditório do Interlegis, e poderá ser assistido pela INTERNET, com participação por e-mail e video-chat.

 

Terá como TEMAS:

            -  O processo judicial e a criança vitimizada;

            -  Qual a necessidade da inquirição de crianças no contexto da justiça?

            -  Como a legislação em vigor trata esse assunto?

            - A Metodologia utilizada pela equipe técnica que atua no projeto Depoimento sem Dano, no juizado da Infância e Juventude de Porto Alegre.

 

Será uma ótima oportunidade para discutirmos as questões técnicas e jurídicas que envolvem essa nova e ainda desconhecida prática, suas características e conseqüências, bem como a polêmica em torno do assunto. Essa discussão se faz urgente em razão da proximidade da Audiência Pública a ser realizada no Senado Federal, no dia 01 de Julho, para tratar da matéria em questão.

 

Nosso objetivo principal é promover uma oportunidade para troca de experiências e informações técnicas, visando o melhor entendimento de tão delicado assunto. A participação de Assistentes Sociais e Psicólogos que atuam nas equipes das Varas da Infância e Juventude de Porto Alegre contribuirá enormemente para enriquecer a discussão, apresentando informações detalhadas sobre o trabalho que realizam há cinco anos na área e esclarecendo dúvidas sobre o que esse tipo de inquirição representa para a sociedade e sobretudo para as Crianças Vitimizadas.

 

A equipe que prestará as informações é composta pelas seguintes profissionais:

Betina Tabajaski, Psicóloga da 1ª Vara da Infância e Juventude

Vanea Maria Visnievski, Assistente Social da 2ª Vara da Infância e Juventude

Veleda Dobke, Promotora de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul

 

Organização:

Consultoria Legislativa da Câmara dos Deputados

Conselho Regional de Psicologia da 1ª Região

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.