Escolas técnicas são destaque no Enem

por brendaortiz — publicado 08/04/2008 13h48, última modificação 08/04/2008 13h48
Das 20 melhores avaliações das escolas públicas do país, oito integram a rede federal de educação profissional e tecnológica

Os resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2007, divulgados na quinta-feira, (3), pelo Ministério da Educação, confirmam o bom desempenho dos alunos dos centros federais de educação tecnológica (Cefets). No ano passado, cerca de três milhões de estudantes fizeram o exame.

Das 20 melhores avaliações das escolas públicas do país, oito integram a rede federal de educação profissional e tecnológica — Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Colégio Técnico-Pedagógico da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Cefets de São Paulo, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais e a unidade de ensino de Cubatão, ligada ao Cefet-SP. A UTFPR e o Cefet-SP continuam entre as 20 melhores instituições de ensino do país em um ranking que inclui as escolas particulares.

Nos levantamentos estaduais, a rede federal também é destaque. No Espírito Santo, por exemplo, contabilizadas instituições públicas e privadas, o Cefet fica em segundo lugar. Em Goiás, consideradas apenas as escolas públicas, a unidade de Goiânia aparece na primeira posição e a de Jataí, na terceira. O mesmo ocorre em São Paulo. O Cefet fica em primeiro entre as instituições públicas e em oitavo se forem consideradas também as  particulares.

O Cefet-SP oferece gratuitamente cursos para o ensino médio, técnico, superior tecnológico, engenharia e licenciaturas. São 40 salas de aula e 28 laboratórios, além de salas de redação e uma biblioteca com 30 mil obras. Cerca de 60% dos 281 professores têm mestrado ou doutorado.

“O nível dos docentes, a qualidade da infra-estrutura e o projeto pedagógico das escolas federais, com o ensino médio integrado ao profissional, estão refletidos nos resultados do Enem”, diz o secretário de Educação Profissional e Tecnológica do MEC, Eliezer Pacheco. “Os Cefets são ilhas de excelência no ensino público brasileiro que oferecem educação gratuita e de qualidade.”

A rede federal de educação profissional e tecnológica conta com 12.664 professores. Destes, 4.379 têm mestrado (34,5%); 1.130, doutorado (8,9%); 4.748, especialização (37,4%); 2.209, graduação (17,4%); 177, aperfeiçoamento e 21, pós-doutorado

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.