Banco Postal atende 88,6 % dos municípios brasileiros

por www.cidadonet.com.br — publicado 28/01/2008 15h14, última modificação 28/01/2008 15h16
Os Correios fecharam o ano de 2007 com 88,6 % dos municípios brasileiros atendidos pelo Banco Postal, beneficiando milhões de pessoas

Os Correios fecharam o ano de 2007 com 88,6 % dos municípios brasileiros atendidos pelo Banco Postal, beneficiando milhões de pessoas. Antes da criação do Banco Postal muitos municípios brasileiros não dispunham de agências bancárias e seus moradores não tinham acesso a qualquer tipo de serviço financeiro. Eles eram obrigados a se deslocar muitos quilômetros para receber seus salários e aposentadorias.

Atualmente, dos 5.564 municípios brasileiros, 4.933 são atendidos pelo Banco Postal. São 12 mil guichês de atendimento e mais de 6 milhões de correntistas.

O Banco Postal surgiu para trazer desenvolvimento econômico aos pequenos municípios e facilitar a vida de seus moradores, principalmente os de baixa renda, pois 83% de seus correntistas possuem rendimentos de até três salários mínimos e destes, 37% recebem até um salário mínimo. Diariamente, pelo Banco Postal, são abertas cerca de cinco mil novas contas em todo o país e, semanalmente, é prestado atendimento a cerca de 10 milhões de usuários.

O serviço tem sido uma ótima opção para as donas-de-casa, os empresários e os microempresários efetuarem o pagamento dos salários dos seus empregados e/ou prestadores de serviços, como a empregada doméstica, o jardineiro ou a diarista.

Ao contrário de outros correspondentes bancários, o Banco Postal dos Correios oferece uma série de produtos e serviços para seus usuários, não se restringindo a mero local para pagamento de contas. Nele, o cliente pode abrir e movimentar contas correntes e poupanças como se estivesse numa agência bancária. Além disso, por meio do serviço “Dinheiro Certo”, pode receber ou enviar dinheiro para outros países de maneira rápida, segura e barata. Outra vantagem é o horário diferenciado: no Banco Postal o atendimento é feito das 9h às 17h.

Dentre os serviços oferecidos pelo Banco Postal destaca-se o “Conta Fácil” (corrente ou poupança). Trata-se de uma conta individual ou conjunta, tanto para pessoas físicas como para jurídicas, que pode ser aberta para pagamentos destinados a menor de idade, analfabeto, deficiente auditivo e/ou visual. O valor mínimo estabelecido para a abertura é de apenas R$ 5,00 e a taxa de manutenção é bastante acessível, de apenas R$ 4,80. Os correntistas do Conta Fácil podem contar também com uma linha de crédito (empréstimos e financiamentos), destinada exclusivamente para aposentados, pensionistas, servidores públicos e empregados de empresas privadas.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.