ANDI promove o I Colóquio Mídia & Agenda Social

por leiliane — publicado 16/10/2007 16h23, última modificação 16/10/2007 16h23


As relações entre os meios de comunicação e o agendamento da realidade social brasileira estarão no centro das discussões do I Colóquio Mídia & Agenda Social, que ocorre entre os dias 17 e 19 de outubro, no Auditório do Planetário da Gávea, no Rio de Janeiro (RJ).

 

Promovido pela Agência de Notícias dos Direitos da Infância (ANDI), por meio do Programa InFormação, o evento reunirá jornalistas, acadêmicos e estudantes de graduação e pós-graduação para aprofundar o assunto ao longo de três manhãs - seguidas pela intensa programação do 3º Encontro Internacional Rio Mídia, nas três tardes dos mesmos dias. As inscrições para participar do encontro estão abertas até o próximo dia 10 de outubro no site www.informacao.andi.org.br.

 

O Colóquio se insere em um conjunto mais amplo de estratégias do Programa InFormação, o qual tem como objetivo estabelecer modelos concretos de cooperação com estudantes, professores e pesquisadores de jornalismo e comunicação, almejando colaborar, no longo prazo, para a melhoria do tratamento editorial dispensado às políticas públicas sociais de forma mais geral e aos direitos da infância e adolescência, em particular.

 

Fazem parte da programação do encontro profissionais reconhecidos nas redações, no terceiro setor, em órgãos reguladores estatais e em instituições de pesquisa e fomento do Brasil, Chile, Peru, Portugal e Argentina. Entre eles, Cristina Ponte, professora da Universidade Nova de Lisboa, Eugênio Bucci, jornalista e ex-presidente da Radiobrás, Beth Carmona, presidente da TVE Brasil, Tatiana Merlo Flores, do Instituto de Investigación en Medios, Carlos Eduardo Lins da Silva, da Patri Consultoria e Lena Lavinas, da UFRJ.

 

As discussões abordarão temáticas como a relação entre o jornalismo e as políticas públicas; o ensino e a pesquisa voltada para o desenvolvimento; a qualidade da programação televisiva; a publicidade e o entretenimento na formação da criança; o papel dos reguladores e o sistema de responsabilização da mídia. Conforme o gerente do Núcleo de Qualificação e Coordenador de Relações Acadêmicas da ANDI, Guilherme Canela, o objetivo é fazer da agenda social um tema permanente nas redações e universidades. 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.