Seminário debate modelos de sucesso na área de educação

por Agência Câmara — publicado 13/08/2007 10h10, última modificação 13/08/2007 10h15
A Câmara dos Deputados promove nesta segunda-feira (13) primeira parte do seminário internacional "Educação no século 21: modelos de sucesso", que vai tratar de reforma educacional e das políticas públicas para o setor de países considerados referência em eficiência e qualidade

A Comissão de Educação e Cultura promove hoje a primeira parte do seminário internacional "Educação no século 21: modelos de sucesso", que vai tratar de reforma educacional e das políticas públicas para o setor de países considerados referência em eficiência e qualidade. As outras etapas do seminário vão debater o ensino médio diversificado (em 17 de setembro) e a educação infantil (em 15 de outubro). O evento conta com o apoio da Confederação Nacional do Comércio (CNC), do Sesc e do Senac, além do suporte técnico do Instituto Alfa e Beto.

O objetivo da discussão é identificar soluções estruturais para a transformação do sistema educacional brasileiro. O evento é a primeira edição de um ciclo de três seminários que vai trazer especialistas da Ásia, Europa e Américas.

As reformas na área de educação feitas nos Estados Unidos, na Irlanda, na Coréia do Sul e no Chile serão debatidas no seminário. Os especialistas convidados vão relatar como o desenvolvimento econômico de seus países foi acelerado com investimentos e políticas na área da educação. Entre os palestrantes está o professor Stephen Heyneman, da Universidade Vanderbilt (EUA), que trabalhou no Banco Mundial por 22 anos e hoje atua no ensino relacionado à política internacional da educação.

Também haverá palestras do professor Chong Jae Lee, do Departamento de Educação da Universidade Nacional de Seul (Coréia do Sul); da professora Ayne Hyland, integrante do Conselho de Pesquisas para a Humanidade e Ciências Sociais da Irlanda; e de Simon Schwartzman, pesquisador do Instituto de Estudos do Trabalho e Sociedade (Iets) no Rio de Janeiro, que falará sobre a reforma de ensino no Chile.

Qualidade do ensino
O presidente da Comissão de Educação, deputado Gastão Vieira (PMDB-MA), afirma que a má qualidade do ensino brasileiro só será superada quando os governos, em todos os níveis, decidirem tornar a educação uma das prioridades do País. Segundo ele, o Congresso Nacional tem o dever de apontar soluções para que os governos possam melhorar o ensino. "O primeiro passo é reconhecer que o nosso maior problema é o da qualidade. O segundo, olhando a experiência internacional e nossas limitações, é priorizar e fazer tudo bem feito para dar certo", diz Gastão Vieira.

O seminário será realizado das 9 às 18h30, no auditório Nereu Ramos, na Câmara. Além de Vieira, a abertura contará com a presença do ministro da Educação, Fernando Haddad; e do presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia.

As inscrições já foram encerradas.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.