Presidentes e representantes de câmaras fluminenses conhecem mais de perto o Programa Interlegis

por Guilherme Guedes e Mônica Cocus — publicado 10/05/2007 16h02, última modificação 11/05/2007 16h01
Os presidentes e vereadores de câmaras municipais do Estado do Rio de Janeiro estiveram nesta quinta-feira (10) na sede do Programa Interlegis, oportunidade em que tiveram mais informações sobre as novidades que a fase dois trará para a modernização das casas legislativas

O  Programa Interlegis recebeu, nesta quinta-feira (10), vereadores e presidentes de câmaras  do Estado do Rio de Janeiro. A visita teve como objetivo  apresentar o programa a representantes de municípios do estado, motivados pela contemplação da Câmara Municipal de Vassouras pelo Projeto Piloto de Modernização, como tambéma falar das novidades que serão disponibilizados quando se iniciar o Interlegis II.
O representantes dos legislativos municipais tiveram uma reunião com o diretor da Subsecretaria de Planejamento e Fomento, José Dantas Filho, que aproveitou para informar quais serão os critérios para a próxima etapa do PPM, que deixa de ser piloto para ser Projeto de Modernização do Programa Interlegis.
Segundo José Dantas a escolha das próximas câmaras se dará de acordo com pesquisa do IBGE que estabeleceu as microrregiões, num total de 523, onde deverá ser escolhido um município multiplicador, onde o Interlegis deverá agir por um longo tempo prestando consultoria, "possibilitando assim que as casas se tornem mais ágeis e mais transparentes para a comunidade", disse.
Em entrevista , o presidente da Câmara de Vassouras, Renan Vinicius Santos de Oliveira, afirmou ter conhecido o Interlegis pela internet, e seu interesse foi logo desperto pelas ações e planos do programa. "A parceria com o Interlegis revolucionou a câmara", disse o presidente ao destacar as mudanças ocorridas na casa após a firmação do convênio com o Interlegis e inclusão da casa no PPM. A Câmara de Vassouras também adotou o sistema do Portal Modelo, e transmite as sessões ao vivo pela internet. Segundo o vice-presidente da câmara, Pedro Paulo Andrade dos Santos, essa transparência tem gerado maior participação da população: "Temos recebido muitos comentários, a resposta tem sido muito boa", concluiu.
Também em entrevista o presidente da Câmara de Mendes Reni Sebastião Neves, informou que os vereadores utilizam os equipamentos e os serviços do Interlegis, sempre assessorados por uma servidor que foi treinado para este serviço.
Por sua vez, o primeiro secretário da Câmara de Paulo de Frontin, Alex Papa, disse que encontrou dificuldades para fazer o cadastramento no Interlegis e que hoje aquela casa tem ônus com provedor e serviços e espera que com o Interlegis II isto possa ser resolvido e então passarem a usar tudo o que o  programa oferece sem  qualquer custo para as casas legislativas.
Na oportunidade, os parlamentares conheceram mais sobre os sistemas disponbilizados e também o portal modelo que já está sendo utilizado por diversas cãmaras e pela Câmara Legislativa do Distrito Federal.
Estiveram na reunião os presidentes e representantes das câmaras de Vassouras, Mendes, Barra do Piraí, Paulo de Frontin, Pati d'Alferes que foram recebidos pelo responsável pela Subsecretaria de Formação e Atendimento à Comunidade Legislativa, James Carvalho , que apresentou as instalações da sede do programa.


Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.