Interlegis II começa a se tornar realidade

por Adeline Delgado/Mônica Cocus — publicado 28/05/2007 09h41, última modificação 28/05/2007 09h45
Após a aprovação pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento , BID, das cláusulas do contrato de empréstimo para o Programa Interlegis II, o documento segue um trâmite explicado aqui pelo diretor nacional , senador Efraim Morais

O Banco Interamericano de Desenvolvimento , BID  aprovou, em Washington as bases do contrato para o empréstimo com vista ao programa Interlegis II, uma parceria com o Senado Federal.

Em entrevista  à assessoria de imprensa do Interlegis, o diretor nacional do programa, senador Efraim Morais disse que esta nova fase irá consolidar a modernização do Legislativo nas esferas estaduais e municipais, “indo muito além da inclusão digital do ponto de vista apenas tecnológico”, destaca o senador.

Efraim Morais explicou quais serão os passos a seguir do contrato aprovado que agora retorna como comunicação ao Senado Federal e para os órgãos do Poder Executivo, responsáveis pela preparação do texto definitivo; depois será encaminhado à Casa Civil que encaminhará ao Congresso uma mensagem presidencial, solicitando a apreciação do empréstimo do BID. Uma vez aprovado, diz o senador, será assinado o acordo definitivo para a liberação dos recursos para que tenha início a fase dois do Programa Interlegis.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.