Tancredo Neves: O presidente que o Brasil escolheu

por monicaco — publicado 13/02/2007 16h40, última modificação 13/02/2007 16h41
Tancredo Neves foi eleito pelo colégio eleitoral, mas foi internado às pressas na véspera de sua posse no Congresso Nacional

Tancredo de Almeida Neves nasceu em São João D’el Rey em 14 de março de 1910, formou-se em Direito mas a política estava no sangue, por isto logo se foi eleito vereador na sua cidade e em 1937, no governo Getúlio Vargas, na conhecida ditadura do Estado Novo foi preso.

Com a morte de Getúlio e o fim do Estado Novo voltou à política, eleito deputado estadual, deputado federal.

Em todos os governos esteve presente como de Juscelino Kubistchek foi presidente do Banco do Brasil

Em 1984 participou do movimento  das “Diretas, Já” que visava reestabelecer  as eleições diretas para a Presidência da República.

Uma vez derrotada a emenda constitucional, conhecida como Emenda Dante de Oliveira, das “Diretas, Já”, tornou-se candidato do PMDB à Presidência da República, pelo Colégio Eleitoral, que nada mais era do que o Congresso Nacional que naquela época era formado por parlamentares eleitos indiretamente ou mesmo vitalícios.

Foi vencedor, juntamente com seu vice, José Sarney, a candidatura Tancredo e Sarney é considerada até hoje como uma das mais complexas e bem-sucedidas na história política do Brasil.

Eleito começou a viajar para apresentar suas propostas para o governo, mas já apresentava problemas de saúde. Seus médicos pediam que fizesse um tratamento, mas ele negava , pois temia que os militares não dessem posse ao seu vice-presidente.

Mas a saúde não suportou,. Às vésperas da posse foi internado, o vice-presidente José Sarney assumiu interinamente, mas em 21 de abril de 1985 veio a falecer . Fato que trouxe comoção nacional. Seu corpo subiu à rampa do Palácio do Planalto onde foi velado e depois levado para sua cidade natal.

 

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.