Vigilância Sanitária e Instituto de Defesa do Consumidor lançam guia para escolas

por Agência Brasil — publicado 12/02/2007 11h10, última modificação 12/02/2007 11h12
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e o Instituto de Defesa do Consumidor (Idec) criaram o Guia Didático sobre Vigilância Sanitária, destinado a professores do ensino fundamental de escolas públicas. A partir do guia, eles poderão ensinar os alunos a ler e a entender os rótulos dos produtos

Os consumidores brasileiros não têm costume de ler rótulos das embalagens de alimentos, comésticos ou mesmo bulas dos remédios. Aqueles que lêem, enfrentam dificuldades para entender as indicações e informações nem sempre muito claras dos fabricantes.

A partir destas constatações, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e o Instituto de Defesa do Consumidor (Idec) criaram o Guia Didático sobre Vigilância Sanitária, destinado a professores do ensino fundamental de escolas públicas. A partir do guia, eles poderão ensinar os alunos a ler e a entender os rótulos dos produtos.

O livro de 112 páginas foi pré-lançado hoje (9), em São Paulo. Ele aborda quatro grandes temas: alimentos, medicamentos, produtos e serviços de interesse à saúde. A publicação orienta sobre a importância dos alimentos para a saúde e informa as crianças sobre os seus direitos como consumidores. Também traz informações sobre os perigos de fazer tatuagens e piercings.

Segundo a presidente do Conselho Diretor do Idec, Silvia Vignola, a população tem de estar ciente dos seus direitos. Para isso, é importante que o conhecimento sobre os direitos de cidadão seja cultivado desde a infância.

“Para você exercer o seu direito, você precisa conhecer o seu direito. A criança conhecendo isso, ela já começa, desde pequenina, a entender que ela tem de brigar para que aquilo que é garantido constitucionalmente seja atendido”, afirma Silvia Vignola.

Para a ouvidora da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Vera Bacelar, a informação é a melhor forma de garantir a saúde da população. “É nossa obrigação e missão trabalhar com a promoção e proteção da saúde. É importante disseminar informações para que todos os cidadãos saibam o que é segurança alimentar”, ressalta a ouvidora.

O guia será distribuído ainda este ano e vai estar disponível a partir de março na página da Anvisa na internet.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.