Acessibilidade nas agências bancárias é debatida na Câmara Municipal de Divinópolis

por Câmara Municipal de Divinópolis — publicado 12/02/2007 09h57, última modificação 12/02/2007 09h59
A Comissão dos Direitos Humanos da Câmara Municipal de Divinópolis/MG promoveu nesta sexta-feira (09) uma reunião com representantes dos bancos da cidade para discutir a questão da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência

A Comissão de Direitos Humanos, da Câmara Municipal de Divinópolis/MG, por iniciativa do seu presidente, vereador Anderson Saleme, promoveu na tarde desta sexta-feira (9), na Câmara Municipal, um encontro com representantes dos bancos de Divinópolis para discutir sobre a acessibilidade das pessoas com deficiência e/ou mobilidade reduzida.

O vereador entregou para todos os presentes um levantamento das leis que tratam desta questão e exibiu em slides fotos dos bancos que estão adotando medidas para eliminação das barreiras arquitetônicas.

Todas as agências bancárias do país assinaram um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para que, até o ano de 2008, estejam dentro das normas de acessibilidade.

Segundo Saleme, cerca de 30 mil habitantes da cidade possuem algum tipo de deficiência o que, somado aos idosos, gestantes e pessoas com deficiência temporária, chega-se a quase 50% da população com alguma necessidade especial.

A reunião teve como objetivo ouvir cada representante e conhecer as dificuldades e necessidades de cada agência para o cumprimento do Termo. Saleme disse que o encontro foi muito produtivo e  que os bancários acolheram bem as propostas e se colocaram prontos a cumprir as regras para facilitar o acesso dos deficientes físicos. “Agora o próximo passo é ficar atento ao cumprimento do TAC, para que todas as medidas sejam tomadas até a data prevista”, conclui o vereador.
 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.