Senado vai receber vinte novos eleitos

por monicaco — publicado 03/10/2006 08h04, última modificação 03/10/2006 08h05
O Senado renovou um terço de suas 81 cadeiras no domingo (1º). Foram eleitos 20 novos senadores, enquanto outros sete conseguiram a reeleição


Acre - O senador Tião Viana (PT) foi reeleito para mais um mandato, que se inicia em 2007 e se encerra em 2015. O petista obteve 187.321 votos (63,95% dos votos válidos). O segundo colocado na disputa foi o candidato Airton Rocha (PDT), com 81.896 votos (27,96%). Esses dados correspondem à totalização de 99,92% das seções eleitorais no Acre;

Alagoas - O ex-presidente da República Fernando Collor de Mello (PRTB) foi eleito para o Senado com 550.725 (44,04% dos votos válidos). Ele vai substituir a senadora Heloísa Helena (PSOL), que concorreu à Presidência da República e cujo mandato se encerra em fevereiro de 2007. O ex-governador Ronaldo Lessa (PDT) ficou logo atrás de Collor, com 501.239 dos votos (40,08% dos votos válidos). Esses dados correspondem à totalização de 100% das seções eleitorais em Alagoas;

Amapá - O senador José Sarney (PMDB) inicia um novo mandato em 2007 graças aos 152.486 votos recebidos (53,87% dos votos válidos) no estado. A candidata Cristina Almeida (PSB) ficou em segundo lugar na disputa, com 123.378 votos (43,59% dos votos válidos). A divulgação desses resultados equivale à totalização de 100% das seções eleitorais no estado;

Amazonas - O ex-ministro dos Transportes Alfredo Nascimento (PL) vai ocupar uma vaga no Senado em 2007 após ter conquistado 629.238 votos (47,48% dos votos válidos). Irá substituir o senador Gilberto Mestrinho (PMDB), que não conseguiu se reeleger e ficou em terceiro lugar na disputa, atrás do deputado federal Pauderney Avelino (PFL), que teve 289.151 votos (21,82% dos votos válidos). Esses dados refletem a totalização de 99,94% das seções eleitorais amazonenses;

Bahia - O candidato João Durval (PDT) foi eleito para o Senado com 2.655.552 votos (46,97% dos votos válidos). Ele vai substituir o senador Rodolpho Tourinho (PFL), que obteve 1.947.777 votos dos baianos (34,45% dos votos), mas não conseguiu renovar seu mandato. Essa realidade representa a apuração em 100% das seções eleitorais na Bahia;

Ceará - O deputado federal Inácio Arruda (PC do B) conquistou uma vaga de senador ao obter 1.912.663 votos do eleitorado cearense (52,25% dos votos válidos). Será o substituto do senador Luiz Pontes (PSDB), cujo mandato termina em 2007. O segundo colocado na disputa foi o deputado federal Moroni Torgan (PFL), que teve 1.680.362 votos (45,90% dos votos válidos). Esses dados correspondem à totalização de 100% das seções eleitorais;

Distrito Federal - O ex-governador Joaquim Roriz (PMDB) vai ocupar uma vaga no Senado a partir de 2007 em substituição ao senador Valmir Amaral (PTB). Roriz recebeu 657.217 votos (51,83% dos votos válidos). Logo atrás na disputa veio o ex-ministro dos Esportes Agnelo Queiroz (PC do B), que teve 544.313 votos (42,93% dos votos válidos). Esse é o resultado final com a apuração de 100% das seções eleitorais;

Espírito Santo - O deputado federal Renato Casagrande (PSB) foi eleito senador com 1.031.487 votos dos capixabas (62,37% dos votos válidos). Bem atrás dele ficou o ex-governador Max Mauro (PDT), com 593.582 votos (35,89% dos votos válidos). Casagrande vai substituir o senador João Batista Motta (PSDB). O cenário reflete o resultado final da apuração de 100% das seções eleitorais;

Goiás - O ex-governador Marconi Perillo (PSDB) conseguiu se eleger senador com 2.035.564 votos (75,82% dos votos válidos). Perillo vai entrar na vaga ocupada pelo senador Maguito Vilela (PMDB), que deve disputar o segundo turno para governador. Sua eleição ocorreu com folga, já que o segundo colocado, o candidato Ney Moura (PMDB), teve apenas 503.203 votos (18,74% dos votos válidos). Esse cenário representa a apuração de 100% das seções eleitorais;

Maranhão - O ex-governador Epitácio Cafeteira (PTB) obteve 1.016.240 votos (39,37% dos votos válidos) para o Senado e vai substituir o senador João Alberto Souza (PMDB), candidato a vice-governador na chapa da senadora Roseana Sarney (PFL). Seu maior rival era o candidato João Castelo (PSDB), que recebeu 918.701 votos (35,60% dos votos válidos). Esse resultado corresponde à totalização de 100% das seções eleitorais;

Mato Grosso - O candidato Jayme Campos (PFL) foi eleito com 781.182 votos dos mato-grossenses (61,16% dos votos válidos) e vai substituir o senador Antero Paes de Barros (PSDB), derrotado na disputa para o governo do estado. O segundo colocado na disputa foi Rogério Salles (PSDB), que conquistou 266.957 votos (20,90% dos votos válidos). Tais dados refletem a totalização de 100% das seções eleitorais;

Mato Grosso do Sul - A candidata Marisa Serrano (PSDB) obteve 607.584 votos (53,20% dos votos válidos) e irá substituir o senador Juvêncio da Fonseca (PSDB), cujo mandato termina em 2007. Quem chegou mais próximo dela nessa disputa foi o candidato Egon (PT), que teve 456.363 votos (39,96% dos votos válidos). Esse é o resultado final correspondente a 100% de apuração das seções eleitorais;

Minas Gerais - Eleito com folga, o ex-ministro Eliseu Resende (PFL) chega ao Senado em 2007 para substituir o senador Aelton Freitas (PL), que assumiu como suplente na vaga do vice-presidente José Alencar. Eliseu obteve 5.055.491 votos (60,89% dos votos válidos), segundo o resultado da totalização de 100% das seções eleitorais do estado. O ex-governador Newton Cardoso (PMDB) ficou em segundo lugar ao receber 2.423.215 votos dos mineiros (29,19% dos votos válidos);

Pará - O candidato Mário Couto (PSDB) foi eleito senador por 1.456.459 votos (51,86% dos votos válidos). O senador Luiz Otávio (PMDB) não conseguiu se reeleger e, ao obter 449.444 votos (16% dos votos válidos), ficou atrás do candidato Professor Mário (PT), que recebeu 880.614 votos (31,36% dos votos válidos). Esse é o cenário com a totalização de 99,98% das seções eleitorais paraenses;

Paraíba - O ex-prefeito de João Pessoa Cícero Lucena (PSDB) foi eleito para o Senado com 803.600 votos dos paraibanos (48,25% dos votos válidos). Ele vai substituir o senador Ney Suassuna (PMDB), que não conseguiu se reeleger com os 725.502 votos recebidos (43,56 % dos votos válidos). Esses dados refletem a totalização de 100% das seções eleitorais no estado;

Paraná - Mais um mandato de senador foi conquistado por Alvaro Dias (PSDB), que obteve 2.572.481 votos (50,51% dos votos válidos). Atrás dele ficou a candidata Gleisi Hoffman (PT), com 2.299.088 votos (45,14% dos votos válidos). Esse resultado corresponde à totalização de 100% das seções eleitorais;

Pernambuco - O ex-governador Jarbas Vasconcelos (PMDB) vem para o Senado em 2007 graças aos 2.031.261 votos recebidos dos pernambucanos (56,14% dos votos válidos). Seu principal adversário foi o candidato Luciano Siqueira (PC do B), que conquistou 835.980 votos (23,10% dos votos válidos). Jarbas entra no lugar do senador José Jorge (PFL), candidato a vice-presidente da República na chapa de Geraldo Alckmin (PSDB). Essa realidade retrata a finalização em 100% das seções eleitorais no estado;

Piauí - Ao obter 926.631 votos (65,44% dos votos válidos), o empresário João Vicente Claudino (PTB) desbancou o ex-senador Hugo Napoleão (PFL), que contou com 328.666 votos (23,21% dos votos válidos) na disputa. Claudino vai ocupar a vaga do senador Alberto Silva (PMDB), que participou da disputa para a Câmara Federal. Esses dados correspondem à totalização de 100% das seções eleitorais piuaienses;

Rio de Janeiro - O deputado federal Francisco Dornelles (PP) foi eleito senador com 3.373.731 votos (45,86% dos votos válidos) e vai substituir o senador Roberto Saturnino (PT), cujo mandato se encerra em 2007. A deputada federal Jandira Feghali (PC do B) terminou em segundo lugar, com 2.761.216 votos (37,54% dos votos válidos). Esse é o cenário que traduz a totalização de 100% das seções eleitorais no estado;

Rio Grande do Norte - Depois de uma disputa apertada, a candidata Rosalba Ciarlini (PFL) conquistou uma vaga no Senado com 645.869 votos do eleitorado potiguar (44,18% dos votos válidos). Seu principal adversário era o senador Fernando Bezerra (PTB), que obteve 634.738 votos (43,42% dos votos válidos), mas não conseguiu se reeleger. Esse é o panorama da totalização de 100% das seções eleitorais;

Rio Grande do Sul - O senador Pedro Simon (PMDB) também conseguiu renovar seu mandato até 2015. O peemedebista obteve 1.862.560 votos (33,93% dos votos), protagonizando uma disputada acirrada com o ex-ministro do Desenvolvimento Agrário Miguel Rossetto (PT), que teve 1.549.768 votos (28,23% dos votos válidos). Esses dados traduzem a totalização de 100% das seções eleitorais gaúchas;

Rondônia - Foi eleito para o Senado o candidato Expedito Júnior (PPS) com 267.728 votos (39,58% dos votos válidos). Quem terminou atrás dele na disputa foi o candidato Acir (PDT), que recebeu 210.351 votos (31,10% dos votos válidos). Ele vai substituir o senador Amir Lando (PMDB), cujo mandato termina em 2007. Esse é o cenário com a totalização de 100% das seções eleitorais no estado;

Roraima - O senador Mozarildo Cavalcanti (PTB) renovou seu mandato ao Senado com os 98.860 votos dos roraimenses (55,29% dos votos válidos). Sua maior adversária era a ex-prefeita de Boa Vista Teresa Jucá (PPS), que obteve 75.267 votos (42,10% dos votos válidos). Essa é a totalização correspondente a 100% das seções eleitorais;

Santa Catarina - O pecuarista Raimundo Colombo (PFL) conquistou uma vaga ao Senado ao receber 1.734.794 votos (58,58% dos votos válidos). Colombo vai entrar na vaga do senador Jorge Bornhausen (PFL), presidente nacional do partido. A deputada federal Luci Choinaki (PT), segunda colocada, recebeu 834.785 votos, o equivalente a 28,19% dos votos válidos. Esses dados equivalem à apuração de 100% das seções eleitorais;

São Paulo - O senador Eduardo Suplicy (PT) inicia, em 2007, seu terceiro mandato no Senado. Suplicy recebeu 8.986.803 votos do eleitorado paulista (47,82% dos votos válidos), mas participou de uma disputa apertada com o segundo colocado, Guilherme Afif Domingos (PFL), que terminou o pleito com 8.212.177 votos (43,70% dos votos válidos). Essa é a tradução da totalização de 100% das seções eleitorais;

Sergipe - A senadora Maria do Carmo Alves (PFL) permanece no Senado em 2007 graças aos 468.546 votos recebidos dos sergipanos (50,08% dos votos válidos). Ela derrotou o ex-senador José Eduardo Dutra (PT), que ficou em segundo lugar ao obter 442.155 votos (47,26% dos votos válidos). Esses são os dados que representam a totalização de 100% das seções eleitorais;

Tocantins - A candidata Kátia Abreu (PFL) foi eleita para o Senado com 325.051 votos, ou 51,08% dos votos válidos. Vai substituir o senador Eduardo Siqueira Campos (PSDB), que ficou em segunda posição com os 280.999 votos recebidos (44,16% dos votos válidos), insuficientes, entretanto, para garantir sua reeleição. Esses dados refletem a totalização de 100% das seções eleitorais.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.