Parlamentar da Guiné-Bissau conhece, no Interlegis, projeto do portal para assembléia daquele país

por monicaco — publicado 14/09/2006 12h54, última modificação 14/09/2006 12h55
Dando continuidade à parceria Interlegis e a Assembléia da Guiné- Bissau, esteve nesta terça-feira (12) em visita à sede o presidente do Conselho Administrativo daquela casa legislativa, deputado Manuel Serifo Nhamamdjo

O Programa Interlegis recebeu nesta terça-feira (12) a visita do presidente do Conselho Administrativo da Assembléia Nacional Popular da Guiné-Bissau, deputado Manuel Serifo Nhamandjo, oportunidade em que conheceu o projeto piloto de portal que está sendo desenvolvido para aquela casa legislativa, como também assistiu ao vídeo institucional sobre o programa.

Em entrevista à editoria do Portal Interlegis, o deputado Manuel Serifo salientou que com a implantação dos serviços oferecidos pelo programa “estamos revolucionando o nosso parlamento. É um importante instrumento para toda a estrutura administrativa e legislativa da assembléia”.

O parlamentar frisou que com equipamentos instalados e o treinamento de pessoal todos poderão acompanhar os trabalhos daquela casa  e “principalmente os parlamentares terão instrumentos para melhor legislar”.

 

O deputado guinense foi recebido, logo depois,  pelo primeiro secretário do Senado, e diretor nacional do Programa Interlegis, , Efraim Morais, oportunidade em que elogiou a interação das  casas do Congresso Nacional brasileiro e a qualidade do trabalho desenvolvido pelas duas casas. Estiveram presentes ao encontro o diretor geral ,Agaciel da Silva Maia e o diretor do programa Interlegis, Márcio Sampaio.

 

O senador Efraim Morais manifestou a certeza de que com a aplicação dos serviços do programa Interlegis “estaremos não somente ajudando a este país irmão a desenvolver melhor suas atividades, como  esta parceria terá repercussão internacional”.

 

Perguntado sobre as diferenças e semelhanças com os parlamentos brasileiro e da Guiné- Bissau, o diretor nacional do Interlegis disse que o importante é avançar nas diferenças, sentindo de perto as dificuldades e “ensinando tudo o que aprendemos  com as pessoas que construíram o Interlegis e, no final, ganha a Guiné e ganha o Brasil, acentuou.

 

O deputado guinense agradeceu a oportunidade desta troca, salientando que as carências que hoje possui a assembléia de seu país se acabarão, “ e o nosso parlamento , sem dúvida, dará um grande salto qualitativo”, concluiu.

 


Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.