Escola do Legislativo faz parceria com 22 sindicatos

por Assembléia Legislativa de Rondônia — publicado 06/06/2006 10h58, última modificação 06/06/2006 10h59
Sindicatos e associações de Rondônia assinaram convênio com a Assembléia Legislativa do Estado para promoverem cooperação técnico-científica

Pela primeira vez na história do sindicalismo de Rondônia, 22 presidentes de sindicatos e associações de diferentes categorias de trabalhadores reuniram-se ontem de manhã em Porto Velho num único evento com o mesmo objetivo: assinar convênios com a Assembléia Legislativa para intercâmbio e cooperação técnico-científica e cultural através da Escola do Legislativo.

Eram 19 presidentes de servidores públicos e 1 de trabalhadores rurais e mais 2 presidentes de associações profissionais, firmando termo de cooperação com a Escola do Legislativo destinado à qualificação profissional e cultural dos filiados sem despesas para os sindicatos.

A maior parte dos sindicatos agora conveniados com a Assembléia Legislativa, representam praticamente todo o universo do funcionalismo público de Rondônia. O único sindicato conveniado que não está envolvido com o serviço público, o dos trabalhadores rurais (STR), representa outra importante parcela da população. 

A natureza dos convênios é igualmente histórica: promover o desenvolvimento institucional e dos recursos humanos de cada sindicato, conforme explicou o presidente da Assembléia Legislativa, deputado Carlão de Oliveira."O maior patrimônio que o Estado e os municípios de Rondônia têm são os servidores públicos" - disse o deputado Carlão de Oliveira após assinar os convênios, juntamente com o diretor geral da Escola do Legislativo, Max Barbosa e com os presidentes das entidades classistas.

A parceria com a Escola do Legislativo visa dar aos sindicalizados - e futuramente a seus dependentes - acesso a seminários, cursos regulares, cursos de Pós-Graduação, especialização e outros eventos destinados ao aprimoramento cultural e profissional dos trabalhadores.

Em seu discurso, o deputado Carlão de Oliveira reafirmou que o único caminho para o desenvolvimento e o fim da violência em Rondônia e no Brasil é a Educação e disse que somente valorizando os servidores públicos haverá progresso em Rondônia.

O diretor da Escola do Legislativo, Max Barbosa, disse, por sua vez, que a instituição tem hoje 80 instrutores preparados em instituições de nível superior para ministrar seus cursos, palestras, oficinas etc. Max Barbosa explicou que a Escola do Legislativo recentemente firmou convênios de pesquisa e cooperação técnica e cultural com oito instituições de ensino superior em Rondônia.

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.