Bohn Gass quer levar ações do Interlegis para câmaras

por Debora Silva Barroso Pais publicado 11/12/2018 12h25, última modificação 11/12/2018 12h39
Deputado gaúcho pretende ser parceiro na divulgação do Programa

O deputado federal Bohn Gass, do PT-RS, esteve na manhã desta terça na sede do ILB, na companhia do presidente da Câmara Municipal de Canguçu, vereador Erroldisnei Borges e do gerente de TI da casa, André Marcelo Silva, para discutirem formas de a câmara fortalecer a parceria com o Interlegis em 2019.

A câmara de Canguçu já tem convênio com o Programa. No momento ela utiliza o domínio.leg e o e-mail legislativo. No entanto, a partir de um questionamento do Tribunal de Contas do Estado, a casa percebeu que poderia buscar alternativas para realizar o trabalho legislativo que não gerassem custo, como é o caso do Sistema de Apoio ao Processo Legislativo, o SAPL, desenvolvido pelo Interlegis e disponibilizado gratuitamente para as casas legislativas. “O tribunal nos perguntou por que pagávamos por um serviço que podíamos obter de graça e aí surgiu o nome do Interlegis”, explicou o presidente Erroldisnei. Depois de visitar casas na região que aplicam o SAPL, o servidor André Marcelo ficou impressionado com a ferramenta e propôs a sua adoção.  “Em Bento Gonçalves me mostraram o módulo de compilação e articulação de textos jurídicos”, falou André, “vi que a ferramenta é excelente para os nossos trabalhos”, ele explicou.

O coordenador de Tecnologia da Informação do ILB, Sesóstris Vieira e o chefe de Planejamento e Acompanhamento da Comunidade, João Henrique Gouveia orientaram  quanto às providências para a utilização do sistema e definiram futuras ações na câmara como uma oficina de Portal Modelo e de SAPL no próximo ano.  

O deputado disse fazer questão de vir pessoalmente ao Interlegis para saber como ele pode ajudar as casas legislativas na região. “Quero conhecer e sugerir para as câmaras”, ele afirmou. Ele ouviu uma apresentação sobre os produtos e serviços e ficou particularmente interessado na oficina Câmara Verde, de compras sustentáveis.

O ILB se comprometeu também a auxiliar a casa no trabalho de migração de dados, caso ela decida por adotar o Portal Modelo. Além da gratuidade, uma economia para casa de cerca de 12 mil por mês, o site pré-configurado para as câmaras pode ser hospedado no datacenter do Interlegis e está totalmente ajustado para atender às leis de Responsabilidade Fiscal e de Transparência.