O Interlegis e o Senador

por monicaco — publicado 23/02/2006 17h18, última modificação 23/02/2006 17h18
O senador Demóstenes Torres fala sobre a importância do Interlegis para a câmaras municipais . Ele próprio já trouxe muitos presidentes dessas casas para aderirem ao programa


“Eu sempre entendi que o Interlegis faz uma ação muito positiva, orienta os vereadores, faz uma interligação muito boa com o sistema de computação junto à rede do Senado, favorece para que as pessoas que não têm condição alguma possam acessar a biblioteca do Senado, orienta assessores legislativos sobre como se faz licitação e sobre como é o processo legislativo. Então, eu acredito que o Interlegis tem feito um grande trabalho. Junto com a Universidade do Senado promove cursos, inclusive à longa distância para melhoria da condição de parlamentar. Enfim, ensina o vereador a ser vereador. Tudo isso, faz com que o Interlegis seja um programa reconhecido que só merece os meus parabéns”.

 

Breve Histórico

 

Goiano de Anicuns, o Senador Demóstenes Torres (PFL/GO) tem a advocacia pulsando nas veias. Não só ele se formou em direito, como também parte dos irmãos. Porém, Demóstenes advogou por curto período. Logo após o término da faculdade ingressou no Ministério Público do Estado de Goiás e desde então não abandonou mais a vida pública. Especializado em Direito Penal e Direito Processual Penal foi eleito em duas oportunidades Procurador Geral de Justiça do Estado de Goiás.

 

Em 1999, o senador foi convidado para comandar a Secretaria da Segurança do Estado de Goiás. Candidatou-se pela primeira vez em 2002 para senador, sendo eleito em primeiro lugar nas urnas, com mais de 1,3 milhão de votos. Na Casa, o senador é membro de 18 Comissões, sendo titular de dez, inclusive da CCJ e da CPMI dos Correios, além de ser relator da Subcomissão de Segurança Pública. Demóstenes Torres tem como missão defender os interesses do Estado de Goiás.